29 abril 2008

Visitei o blog do alexandre e estava lendo o problema do Show do milhão, quando me ocorreu a mister dúvida: "há blogueiro mais nerd do que aquele que fala de matemática e lógica?"

22 abril 2008

Linguagem corporal Nardoni

Devido ao site linguagem corporal, que mantemos por causa da professora Roberta Medeiros, apareceu um grupo de reporteres querendo que ela falasse sobre a linguagem corporal do casal Nardoni.

A Roberta teve o bom senso de não jogar mais lenha nessa fogueira. Em última análise, o casal provavelmente não deu a entrevista em seu estado normal. Eles devem ter tomado calmante, o que interfere bastante nos gestos e postura e qualquer leitura desse tipo seria questionável. Mas a mídia não quer saber da verdade..

Previsivelmente irracional - DAN ARIELY

Acabei o livro do Dan Ariely sobre economia comportamental. O autor poderia ter citado outros que também participaram dessas descobertas como Daniel Kahneman, ou mesmo os precursores como Simon (1953, que discute a racionalidade limitada dos agentes economicos), mas independente disso o livro é muito interessante....

O Autor cita diversos experimentos que mostram que nós, humanos, agimos de maneira menos "racional" do que supomos... mostra por exemplo que as pessoas não tem problemas em furtar uma lata de coca-cola de um dolar na geladeira coletiva do campus, ou uma caneta do escritório, mas não pegam um dolar na mesma geladeira... ou seja, pegar dinheiro é "furto", pegar uma caneta e não devolver não é...

O livro é recheado de questões intrigantes, e mostra mais um caminho de pesquisa simples com resultados intrigantes... Se você gostou de freaknomics, leia.

Abs.

15 abril 2008

A lógica e o Caso Isabella Nardoni

Pois é... estou como o resto do país, "acompanhando" o caso da Isabella. Não é uma opção voluntária, mas todos os dias, a mídia esfrega uma página e meia do caso, e vinte minutos no mínimo de cada telejornal na minha cara, trazendo um novo furo excepcional, como o "vizinho da rua de baixo acha que o casal brigava" e outras informações pouco relevantes para o caso. Hoje o jornal diz que: "Mãe acusa madrasta e pai de isabela"... vai ler a matéria e a mãe não acusou ninguém (o que seria crime), mas disse que acredita que eles estejam ligados ao acidênte.. Isso é óbvio, eles estavam lá...

Ao contrário da massa, tenho visto esse caso com mais desconfiança sobre os policiais e a mídia, do que sobre os pais, que até onde entendi serão acusados formalmente hoje.

Não quero afirmar que sejam inocentes, e certamente não tenho como afirmar que são culpados, mas tenho visto esse caso como um problema de lógica, e há algo errado com ele.

Vamos a questão... Falta o motivo.

Ok, posso aceitar que a madrasta, ou mesmo o pai, tenha tido um minuto de surto psicótico e tenha estrangulado a menina. Esse "motivo" serve para a madrasta, serve para o pai e serve para qualquer outro morador ou funcionário do prédio.
O que me parece muito improvável é que o Pai (caso tenha sido a mãe que teve o surto), ao ver a cena da menina estrangulada, tenha encontrado como solução algo que se assemelha a outro surto. Lançar a menina da janela. Por que não ligar para o socorro? Por que não levar a menina as pressas para o hospital? Por que não ligar para a polícia e dizer que sua mulher "em surto provocado por remédios" atacou a menina?

O raciocínio é análogo para a madrasta que entra no quarto e encontra o Pai estrangulando a menina.

Assim a explicação da polícia não exige apenas um surto, mas dois, o surto de uma pessoa que estrangulou a menina e o surto da outra pessoa que ao invés de agir, tentando resolver o problema, parte para a solução mais irracional possível... (comportamentos irracionais em conjunto não são impossíveis, como no caso da Daniela Peres, mas qual a semelhança entre esses casos. )

Existe ainda a hipótese que uma única pessoa tenha feito ambas as coisas. Vamos dizer que o Pai tenha estrangulado a menina e em seguida lançado-a pela janela. Por acaso ao ver o seu marido fazer isso sua reação seria bolar uma história para protegê-lo e quando a policia fosse acusando vocês cada vez mais, você iria para a cadeia junto com ele, sem revelar a verdade e deixando seus filhos sem pai e sem mãe?

Além desses fatos, outros seguem aspectos são frágeis:
- O que existe de prova testemunhal é uma discussão. Moro num prédio onde todos os dias a menina briga com a mãe, e posso ouvir isso claramente, mas não sei em que apartamento moram e não acho que isso justifique uma matar a outra.
- A prova que ninguém entrou ou saiu do prédio é o testemunho do porteiro. Imagino que ele seja muito bem treinado na polícia secreta alemã e não seja como o meu porteiro, que está sempre dormindo quando eu chego.
- A mídia havia anunciado diversas vezes que o pai tomou banho após o assassinato. As imagens do supermercado dão a entender outra coisa.
- Certamente há sangue em algumas das minhas roupas, isso não me torna um criminoso.

14 abril 2008

Penalizacao no pagerank

Só para deixar uma coisa clara, queda de pagerank em geral não é penalização, é mudança no algorítmo mesmo.. As vezes não tem nada haver com o google.
Exemplo: A wikipédia tinha milhares de links de pagerank alto para outros sites, o pessoal de lá percebeu que tinha gente fazendo uso disso como "técnica de SEO" (para não dizer pilantragem mesmo). Há uns dois anos puseram nofollow em todos os links externos, para evitar páginas falsas e referências desconexas. Quando o google recalculou, o pagerank de um monte de gente que era apontado na wiki (links bons e picaretas) caiu e o pessoal da turma do bem ficou achando que era maldade do google.... O pessoal que usava a wiki com segundas intenções já sabia que a farra ia acabar.

Gostou desse, leia:
Como o google descobre fraudes no adsense.

13 abril 2008

Meu resultado na Meia Maratona da Corpore


Piorei meu tempo, com 30 aninhos havia feito em 2h16mins, agora foram necessários, 2h21min.

9ª Meia Maratona Corpore da Cidade de São Paulo - 13/04/2008
Veja ai lista:

Carlos Amorim Lavieri
líquido 02:21:49
bruto 02:24:47
ritmo 06:43 minutos/km.

05 abril 2008

Comemoremos... a imigração cria blogs.

A moça ainda está começando, e não dá para ter certeza que será um sucesso literário contínuo, ou que isso é apenas decorrência do seu emprego atual, mas acabo de visitar o blog da minha amiga Fabiana que conta as desventuras em série da vida na Nova Zelândia . Quer saber o que é pior que formigas na amazônia? Então vá lá dar uma olhada.

ISOLAMENTO