05 maio 2007

Estilo e Conteúdo duplicado - SEO - MOB

Curioso como o conteúdo duplicado tem se tornado um problema na WEB. Mas vamos detalhar essa história.
Os mecanismos de busca privilegiam o conteúdo, ou seja, sites de conteúdo relevante aparecem nas primeiras posições das buscas, por uma razão simples, eles costumam ter aquilo que o internauta anda procurando. Assim se digito "odontopediatria + bebê" é provável que o primeiro lugar seja ocupado por um artigo sobre dentição infantil. Mas criar conteúdo não é fácil, escrever decentemente não é fácil, e encontrar assunto de interesse também não.
Assim muitos webmasters partiram para o caminho fácil, que consiste em clonar o conteúdo bem sucedido ( e às vezes nem isso) do concorrênte ou de outros sites.

O resultado é uma Web cheia de sites iguais, com artigos iguais, textos similares e pouco respeito pelos direitos autorais.
Um exemplo simples é o artigo do colégio itatiaia sobre Odontologia para Bebês . Esse artigo foi escrito em 2003, e ocupou as primeiras posições na busca por mais de dois anos. Utilizando o site http://www.copyscape.com/ pude descobrir mais de 10 sites com o mesmo conteúdo, ou com algumas alterações.

O que realmente impressiona é que os sites usam o artigo mas ferem os direitos autorais, pois não citam fonte, e muitas vezes apresentam autores diferentes para o artigo, numa clara violação dos direitos autorais. O artigo de odontologiafoi desenvolvido por Dra. Paula Ribeiro, mas certamente tem relação com o texto de Dra. Lucia Porto, que aparentemente usou o método do Ctrl+C seguido de Ctrl+V, excluiu algumas partes do texto e se apropriou do conteúdo.

Bem, a sequência assustadora, é que com o tempo e já que o artigo do site clubedobebe estava num site mais relevante, o google optou por considerar esse como mais importante (mostrá-lo na frente), ou seja, deu carta branca à violação de direitos autorais. Pior ainda, o google atualmente exclui o conteúdo duplicado, e no caso, há o sério risco de acabar excluindo os originais e deixando os piratas na frente.

O que fazer então? Bem, uma possibilidade é denunciar o "ladrão de conteúdo" para o google, outra ainda mais simples, é pedir ao ladrão que apague seu conteúdo ou ao menos que faça a referência.

Mas e o Webmaster como deve agir?

As regras para usar o conteúdo de outro site são básicas:

1- Preserve a fonte, use aspas e faça um link para o original, quando o conteúdo não for protegido, se for, não use.

2- Na medida do possível, é muito saudável e importante sempre acrescentar alguma coisa, pois a cópia simples não trará ganhos para o mecanismo de busca, para o usuário e para o copiado, assim, com o tempo é natural que o google elimine a cópia do index.

Mas o que fazer quando você se deparar com um conteúdo ótimo, que quer usar e o mesmo está protegido (ou seja, não o autor não autoriza a reprodução)?! Bem, ou faça apenas o link, ou leia o texto, entenda o que há de bom nele, e escreva um novo texto, realmente.

Agora na hora de escrever, estilo é tudo, veja a diferença entre dizer que" o homem tinha uma grande cicatriz" e o texto:

"Cruzava-lhe o rosto uma cicatriz vingativa: um arco cinzento e quase perfeito que de um lado maltratava a têmpora e do outro o pômulo." - Jorge Luis Borges (A forma da Espada)

Abs.
Carlos

obs:
SEO - Search Engine Optimization
MOB - Marketing de Otimização em Sites de Busca

Para saber mais:

http://lorelle.wordpress.com/2006/04/11/finding-stolen-content-and-copyright-infringements/

Nenhum comentário:

ISOLAMENTO