17 março 2007

O FOGO NA CORDA...
Temos duas cordas que não têm necessariamente o mesmo comprimento. Se colocarmos fogo na ponta de qualquer uma das cordas, vai levar exatamente 1 hora para o fogo chegar à outra ponta da corda. Porém, o fogo não vai se mover com velocidade constante, pode ser mais rápido em alguns pontos e mais lento em outros. A velocidade do fogo não depende do sentido que ele anda na corda. Como poderíamos medir 45 minutos com essas cordas?

4 comentários:

Anônimo disse...

coloque fogo em ambas as extremidades de uma das cordas(A)e em apenas uma das extremidades da outra (B); sabe-se que quando ela se queimar por inteiro (A) terão passado 30 minutos (pois um tempo diferente implicaria que o tempo total de queima fosse diferente de 1 hora).

no momento em que a corda A queimar por inteiro, coloque fogo na outra erxtremidade da corda B, e assim, como terão queimado 30 minutos de corda B, queimarão mais 15 minutos da parte restante a corda B, assim terão se passado 45 minutos no total.

rodrigo cientista

Carlos disse...

Boa resposta Rodrigo, está bem detalhada, e correta .Se você prestar atenção verá que postei a mesma resposta no dia seguinte ao post (em março)...
Abs.
Carlos

Anônimo disse...

realmente não vi, só vi que tava dizendo que havia 0 comentários, mas enfim... tenho um problema pra você:

você dispõe de uma balança, do tipo da de feirante, com dois pratos, perfeitamente calibrada.

há 12 bolas perfeitamente idênticas em textura, dimensões, e todos os atributos físicos, exceto o peso, uma delas possui o peso DIFERENTE do das demais.

dispondo-se de apenas três pesagens nas balanças (isto é, apenas pode-se pesar um determinado conjunto dessas 12 bolas 3 vezes, no máximo), indique o método e o raciocínio empregados para se determinar com exatidão qual a bola que possui o peso diferente.

rodrigo cientista

Carlos disse...

Rodrigo, postei na primeira página.