29 março 2008

O blogueiro

"Blogueiro é aquele cara que não faz nada de manhã e a tarde escreve sobre o que fez até meio dia." - Roubei de artigo da folha, mas o autor já tinha roubado antes...


Depois que inventaram o adsense, os programas de remuneração, o CPM e algumas pessoas começaram a escrever blogs e inacreditavelmente viver disso, nasceu o blogueiro profissional, ou pro-blogger como querem alguns. Ah, quem diria que um dia, passar a tarde escrevendo mal da vida alheia, reclamando do computador e discutindo o tratamento injusto da mídia sobre o "genial blogueiro" o cara ainda conseguiria uns cobres pra pagar as contas...


Claro que nem todo blogueiro recebe um cheque tão polpudo, que permita pagar as prestações daquela ilha, ou a gasolina do mercedes, ou o encontro com Hilda, a massagista... mas ainda assim, o sonho existe, e estamos trabalhando nesse sentido.


Verdade também, que muitas vezes o cara tem que encher linguiça para conseguir por aquele link pro blogue do seu amigo, porque afinal, se o CEO não existe mais o SEO exige.

Mas será que realmetne ser blogueiro é algo assim tão sério que deveria gerar a revolta quando alguém faz um comercial sacaneando os blogs?! Ou isso não é apenas tentar "fazer marola" para conseguir uns linkezinhos por ai? Sei não, mas acho que muita dessa indignação é pura fumaça"!


3 comentários:

Seu Paulo disse...

É que existem blogueiros e "blogueiros". O primeiro é aquele que tenta desenvolver uma linguagem de informação e está focado no lado profissional de "upar" as informações. Não como um jornalista, que tem o dever de prestar um serviço, mas como alguém que publica com responsabilidade, mesmo que o intuito seja ganhar dinheiro com a ferramenta (e isso não é errado, afinal precisamos comer haha).

Como geralmente essas são pessoas ligadas à área de comunicação, sempre são citados como "o jornalista que escreve o blog tal", "o publicitário que postou aquele artigo...", mas não como editor de um blog.

Como blogueiros, e aí se encaixa a segunda "ala", são citados sempre os perfis estereotipados, como os nerds, geeks, hackers, desocupados, exibicionistas etc. Esse tipo de comparação, que geralmente vem da velha mídia, prejudica a imagem de quem deseja fazer um trabalho sério.

Como tudo nesse mundo torto é ligado às aparências, dificilmente alguém compraria um jornal ou revista que mostra incompetência no seu trabalho, por que então leria um blog assim?

Mas quando as pessoas se acostumarem com os blog (acredite, no Brasil a blogosfera ainda é um bebê), a idéia muda.

Obrigado por citar o blog.

Abraço!

beeanka disse...

Encher lingüiça assim.. que nem você fez nesse post?

Carlos disse...

SIm Beeanka, exatamente assim...
Ou como dizia meu amigo Raul:

"Mas é que se agora
Pra fazer sucesso
Pra vender disco
De protesto

Todo mundo tem
Que reclamar
Eu vou tirar
Meu pé da estrada
E vou entrar também
Nessa jogada

E vamos ver agora
Quem é que vai güentar
Porque eu fui o primeiro
E já passou tanto janeiro
Mas se todos gostam
Eu vou voltar [...]"
- Eu também vou reclamar - Raul Seixas...